sábado, 27 de agosto de 2011

DÚVIDAS COMUNS DO CONSULENTE


Com tanta coisa  acontecendo por aí, é totalmente compreensível surgirem  algumas dúvidas.
Como toda profissão temos pessoas que são competentes ou não,éticas ou não,íntegras ou não...
Recomendo sempre que procurem um profissional indicado por alguém .



Aqui estão algumas dúvidas bem frequentes:

1. Quanto à religião
O  tarot  NÃO  está ligado  à nenhuma religião específica.
Cada um tem a sua religião(ou não) mas não é necessário vincular a leitura do tarot à esta religião ou aquela.
Uma boa leitura deve ser imparcial  e não tendenciosa.

2. Preciso acreditar para dar certo?
Acreditar ou não é uma opção sua.
 Se você procurou por um profissional para uma orientação,no mínimo ESCUTE o que ele tem a lhe dizer,senão,para quê procurar  o   profissional?

3. Fazendo a consulta os problemas vão se resolver?
O tarot é uma ótima ferramenta para trazer à Consciência o que não estava sendo visto ou percebido, mas não é mágico neste sentido...tudo vai depender  das escolhas e atitudes que serão tomadas daí para frente.

4. Valor da consulta
Isso varia muito de acordo com cada profissional.
E como em qualquer profissão,o tarólogo,investe em anos de estudo, livros e cursos.Assim sendo,é lógico que um profissional mais experiente irá cobrar diferente de alguém que está começando.Fica a critério de cada um dar o seu valor de consulta.
Fique atento: tanto valores exorbitantes como consultas gratuitas podem esconder um grande engodo.

5. É possível mudar o que está nas cartas?
Não acredito no fatalismo,isto é, aquilo vai acontecer  e pronto!
Pelo contrário,se o panorama mostrado pelas cartas não lhe agrada,esta é a grande chance de tomar outra direção.Afinal somos ou não co-criadores do universo?
O próprio tarot pode orientá-lo quanto a isso.

6. Qualquer um pode  estudar o Tarot?
SIM !!Qualquer pessoa pode estudar e fazer a leitura do tarot.
Você não precisa ser "vidente" nem ter aptidões especiais.Só a disponibilidade de estudar muuuito rsrs.
É lógico que você vai acabar desenvolvendo um percepção mais refinada,mais sutil,já que entraremos no mundo dos arquétipos e símbolos.
O despertar da beleza da sincronicidade e do auto-conhecimento.