quinta-feira, 18 de agosto de 2011

XIV_ A TEMPERANÇA

A carta do equilíbrio,do tempo se encarregando de arrumar as coisas,da cura das feridas...
O equilíbrio é dinâmico,não estático,precisamos nos lembrar disso a todo  instante.E a vida nos lembra,não é?
Paciência...Nem sempre é o que queríamos escutar mas neste momento é o essencial.
Saber que tudo chegará ao seu lugar,apenas tomando consciência dos fatos e fluindo no movimento da vida.
A água que vai de um jarro  para o outro,mostra o perfeito equilíbrio dos opostos.
O ser alado que os movimenta ,nos lembra da divindade interna que somos.
Tudo está perfeito.