segunda-feira, 24 de outubro de 2011

ESBAT

"É comum realizarmos os rituais de plenilúnio em homenagem à uma face da Deusa. Por isso, identifique aquela que mais corresponde às suas necessidades neste momento e componha uma poesia, cântico ou dança em celebração à Ela.


Medite sobre o tema do Esbat que você está realizando e encontre respostas para as suas indagações.
Peça paz, luz, amor, cura e união. Consagre algum objeto como uma corrente, pingente ou anel com o óleo aromático que você mais gostar, pedindo as bênçãos da Deusa e do Deus e use-o diariamente para protegê-lo ou para ajudá-lo a alcançar seus sonhos.
Contemple a Lua, sinta sua energia entrar dentro de você e guarde em seu interior o poder gerado por ela. Esta força será seu combustível e o ajudará chegar até a próxima lunação em harmonia e plenitude total.Cante para a Lua, à ela eleve seus braços e deixe que sua magia promova o seu reencontro com a Grande Mãe."






"Uma prática comum nos rituais de Esbat é o ato de Puxar a Lua Para Baixo onde o poder lunar e da Deusa são atraídos para uma Sacerdotisa ou Bruxa. Isto pode ser realizado em um Coven ou até mesmo pelo praticante solitário. Quando puxamos a Lua, convocamos os poderes mágicos lunares para que entrem em nós e iluminem nossa alma. Esta energia pode ser usada posteriormente para a realização de um feitiço, consagração ou para ser emitida a alguém que precisa de cura.
Em um Esbat realizado num Coven, o ritual de Puxar a Lua para Baixo é uma das experiências mais bonitas e transformadoras onde o Sacerdote invoca o espírito da Deusa para se tornar uno com a Sacerdotisa. Nestes momentos a Sacerdotisa pode declamar a Carga da Deusa ou palavras espontâneas inspiradas representando o poder da Deusa na Terra.


Entre os praticantes Solitários, o ato de Puxar a Lua para Baixo pode ser feito simplesmente visualizando a energia e luz lunar iluminando o nosso ser."


(Wicca na web)