segunda-feira, 30 de julho de 2012

O Ego na forja...transformações intensas

Bom diaa!


E os Pitacos dessa semana são "especiais"...
Lua Cheia chegando praticamente junto com Imbolc(01/08)
tudo muito intenso e forte!
É inteligente direcionar bem o pensamento para aproveitar
 a energia  que  este  momento representa.
Grandes transformações estão chegando...


Fiz uma tiragem um pouquinho diferente mas que uso
muito e já postei aqui no blog,chamo de Pirâmide Invertida
(ela está explicada passo a passo,é só procurar na caixa 
de pesquisa aqui no  blog!)
Espero que curtam!


    
                      
                                    
http://taroteca.multiply.com/photos/album/270/Buckland-Romani


Sem dúvida é uma semana de ação e transformação.
Estaremos voltados para nós,nossos desejos,prazeres e
tudo que conseguimos realizar.
Vale lembrar que o Ego pode estar realmente "se achando"...rsrs
E orgulho demais só nos tampa os olhos  e distrai a mente.


As grandes transformações vêm através daqueles que 
estão próximos,nossos grandes espelhos.
As emoções podem estar realmente intensas nesse
período e o que estiver para ser visto com certeza
não passará desapercebido.


Podem  acontecer rupturas em relacionamentos e sociedades,
pois as mudanças são grandes na forma como vemos
 o "outro" e somos vistos.
A Morte representando a grande síntese,enfatiza que um
novo período começa,verdadeiro,limpo e aqui,neste caso,
 transformado pelo fogo(não se esqueçam de Imbolc).
Somos o metal na forja do ferreiro,o fogo só vai nos 
transformar na melhor espada...então não há o que temer!


Abençoados sejam!


quinta-feira, 26 de julho de 2012

Frida é Vida...é Tarot !

Esta mulher ou melhor,este Tarot-Vivo  chamado Frida Kahlo (1907-1954)
encantou o mundo,e encanta até hoje,com a expressividade 
transparência  da sua obra.
Intensa,viva,vibrante,mostra a alma da mulher que foi.
Suas paixões e  também suas dores.

Com uma obra riquíssima em simbolismo,impossível 
não relacioná-la ao Tarot.

Mais uma vez,faço correlações  livremente...deixo a 
mente viajar  e associo os Arcanos Maiores do Tarot  a algumas de suas pinturas.


Tentar explicar seus quadros,é como limitá-los 
a simples palavras  e conceitos,então,peço que  os  sintam com o coração,com a alma.


É uma  experiência... deixem-se levar.
Divaguem e explorem esse mundo mágico,fantástico e extremamente humano e realista.



Ficarei muito feliz se comentarem e deixarem 

suas sugestões...




***Para os fãs de Frida ,recomendo o site http://www.fridakahlofans.com/paintingsspn04.htm 
onde inclusive pesquisei sobre os nomes das obras e datas respectivas.






0 - O Louco

Autorretrato en la Frontera entre Mexico y los Estados Unidos,1932         




I - O Mago

Autorretrato con  Trenza,1941


II- A Sacerdotisa

Autorretrato con el Pelo Suelto,1947





III - A Imperatriz

El Abrazo de Amor de el Universo,1949



IV - O Imperador

Autorretrato con  Pelo Corto,1940



V - O Sacerdote


 


Diego en mi Pensamiento,1943



VI - Os Enamorados


Frida y Diego,1931




VII - O Carro

Autorretrato con Dr.Farill,1951


VIII - A Justiça

Las Dos Fridas,1939




IX - O Eremita

El Venado Herido,1946





X - A Roda da Fortuna

Viva La Vida,1954




XI - A Força

Henry Ford Hospital,1932




XII - O Pendurado

Mi Nacimiento,1932




XIII - A Morte

Sin Esperanza,1945




XIV - A Temperança

Arbol de la Esperanza,1946



XV - O Diabo

Unos quantos piquetitos,1945




XVI - A Torre

La Columna rota,1944




XVII - A Estrela
Lo Que El Agua  Me Dio,1938




XVIII - A Lua

El Sol y La Vida,1947




XIX - O Sol

Moises,1945




XX - O Julgamento

El Sueño,1940



XXI - O Mundo

El Camion,1929






quarta-feira, 25 de julho de 2012

Pitacos musicais com Raulzito




"Mas eu sou o amargo da língua,
A mãe, o pai e o avô;
O filho que ainda não veio;
O início, o fim e o meio.
O início, o fim e o meio.
Eu sou o início,
O fim e o meio.
Eu sou o início
O fim e o meio."

(Gita)











Tarot  e Raul Seixas são duas paixões minhas.
Juntar os dois foi uma delícia!Mais um 
motivo para escutar as músicas,pesquisar
as letras,enfim,uma boa desculpa...rsrs

Pesquisar as músicas e fazer associações sem
me preocupar com o que já tem pronto por
aí,foi a minha proposta.
As associações foram livres e convido-os
a fazerem as suas!
É um ótimo exercício.

Então gente,tá aí...sem maiores pretensões
de ser além do que já é.

O Tarot  nas ilustrações é o de  Thoth do Crowley (hehehe senão
o Raulzito vinha puxar meu pé...)

Aproveitem e espero que curtam!


AC- 0 - Der Narr


"Enquanto você
Se esforça pra ser                         
Um sujeito normal
E fazer tudo igual...                         
Eu do meu lado
Aprendendo a ser louco
Maluco total
Na loucura real..."
(Maluco Beleza)


AC- I - Der Magier

"Eu sou estrela no abismo do espaço
O que eu quero é o que eu penso e o que eu faço
Onde eu tô não há bicho-papão
Eu vou sempre avante no nada infinito
Flamejando meu rock, o meu grito
Minha espada é a guitarra na mão"    
(   Eu Sou Egoísta)





AC- II - Die Hohe- priesterin

"Teu nome é Yemanjah (Yemanjah)
E é Virgem Maria
É Glória e é Cecília
Na noite fria
Oh, minha mãe
Minha filha tu és qualquer mulher
Mulher em qualquer dia
Bastou o teu olhar (Teu olhar)
Pra me calar a voz
De onde está você
Rogai por nós
Ooooh, Ooooh!
Minha mãe, minha mãe
Me ensina a segurar
A barra de te amar"
(Ave Maria da Rua)



AC- III - Die Kaiserin


"Eu conheço bem a fonte

Que desce aquele monte

Ainda que seja de noite

Nessa fonte está escondida    
         
O segredo dessa vida

Ainda que seja de noite

"Êta" fonte mais estranha,

que desce pela montanha

Ainda que seja de noite.

Sei que não podia ser mais bela

Que os céus e a terra, bebem dela

Ainda que seja de noite"
(Água Viva)



AC- IIII - DerKaiser

"Eu calço é 37
Meu pai me dá 36
Dói, mas no dia seguinte
Aperto meu pé outra vez
Eu aperto meu pé outra vez
Pai eu já tô crescidinho
Pague prá ver, que eu aposto
Vou escolher meu sapato
E andar do jeito que eu gosto
E andar do jeito que eu gosto"
(Sapato 36)




AC- V - Der Hohepriester


"Certa vez houve um homem

Comum, como um homem qualquer

Jogou pelada descalço

Cresceu e formou-se em ter fé

Mas nele havia algo estranho

Lembrava ter vivido outra vez

Em outros mundos distantes e assim acreditando se fez

E acreditando em si mesmo

Tornou-se o mais sábio entre os seus

E o povo pedindo milagres

Chamava esse homem de Deus"

(Um Messias Indeciso)

AC- VI - Die Liebenden



"Se eu te amo e tu me amas
Um amor a dois profana
O amor de todos os mortais
Porque quem gosta de maçã
Irá gostar de todas
Porque todas são iguais...
Se eu te amo e tu me amas
E outro vem quando tu chamas       
Como poderei te condenar
Infinita tua beleza
Como podes ficar presa
Que nem santa num altar..."
(A Maçã)





AC- VII - Der Wagen



"Não pare na pista
É muito cedo
Prá você se acostumar
Amor não desista
Se você pára
O carro pode te pegar
Bibi! Fonfon! Pepê!
Se você pára
O carro pode te pegar..."

(Não pare na pista)






AC- VIII - Ausgleichung



"Todo homem tem direito
de pensar o que quiser
Todo homem tem direito
de amar a quem quiser
Todo homem tem direito
de viver como quiser
Todo homem tem direito
de morrer quando quiser(...)


(...)A lei do forte
Essa é a nossa lei e a alegria do mundo
Faz o que tu queres ah de ser tudo da lei
Fazes isso e nenhum outro dirá não
Pois não existe Deus se não o homem
Todo o homem tem o direito de viver a não 
ser pela sua própria lei"

(A Lei)









AC- VIIII - Der Eremit




"Um dia, numa rua da cidade, eu vi um velhinho sentado na calçada

Com uma cuia de esmola e uma viola na mão

O povo parou pra ouvir, ele agradeceu as moedas

E cantou essa música, que contava uma história

Que era mais ou menos assim:

Eu nasci há dez mil anos atrás

e não tem nada nesse mundo que eu não saiba demais "

(Eu nasci  há dez mil anos atrás)








AC- X - Glück



"Eu devia estar contente

Por ter conseguido  
               
Tudo o que eu quis


Mas confesso abestalhado  
                
Que eu estou decepcionado...

Porque foi tão fácil conseguir

E agora eu me pergunto "e daí?"

Eu tenho uma porção

De coisas grandes prá conquistar

E eu não posso ficar aí parado..."

(Ouro de tolo)






AC- XI - Lust



"Queira! (Queira!)
Basta ser sincero
E desejar profundo                                       
Você será capaz
De sacudir o mundo
Vai!
Tente outra vez!
Humrum!...
Tente! (Tente!)
E não diga
Que a vitória está perdida
Se é de batalhas
Que se vive a vida
Han!
Tente outra vez!..."
(Tente oura vez)










AC- XII - Der Gehängte

"Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Carpinteiro do universo inteiro eu sou.
Não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser...
Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o inguiço de tanto querer.
(...)O meu egoismo, é tão egoísta,
que o auge do meu egoismo é querer ajudar.
Mas Não sei por que nasci
pra querer ajudar a querer consertar
O que não pode ser...
Não sei pois nasci para isso, e aquilo,
E o inguiço de tanto querer"
(Carpinteiro do Universo)




AC- XIII - Tod




"Vou te encontrar vestida de cetim,

Pois em qualquer lugar esperas só por mim

E no teu beijo provar o gosto estranho

Que eu quero e não desejo,mas tenho que encontrar

Vem, mas demore a chegar.

Eu te detesto e amo morte, morte, morte

Que talvez seja o segredo desta vida

Morte, morte, morte que talvez seja o segredo desta vida"

(Canto para a minha morte)







AC- XIIII - Kunst




"Dentro do mambo, e da consciência
Está o segredo do universo
Você que não se deixa delirar com a lua mãe
O Sol que brilha nela e que promessa da tua luz
Enquanto os Transeuntes na avenida comercial
Muitos preocupados sem saber
O que pensar

Você está no mundo só tem uma opção
O caminho é longo, homem, ser feliz ou não
Queimando a consciência e a sequência que ela traz.
Momentos diferentes que confundem tua paz"
(Segredos do Universo)





AC- XV - Der Teufel







"Me dê um porco vivo
Para eu encher minha pança
Três quilos de alcatra
Com muqueca de esperança...
Diabo!
O diabo usa capote
É Rock! É Toque! É Forte!
Diabo!
Foi ele mesmo
Que me deu o toque...
Enquanto Freud
Explica as coisas
O diabo fica dando toque...
Existem dois diabos
Só que um parou na pista
Um deles é do toque
O outro é aquele do exorcista...
Diabo!
O diabo usa capote
É Rock! É Toque! É Forte!
Diabo!
Foi ele mesmo
Que me deu o toque
Huuuum!...
Enquanto Freud
Explica as coisas
O diabo fica dando os toque...
Mamãe disse a Zequinha
Nunca pule aquele muro
Zequinha respondeu
Mamãe aqui tá mais escuro...
Diabo!
O diabo usa capote
É Rock! É Toque! É Forte!
Diabo!
Foi ele mesmo que
Me deu o toque...
Enquanto Freud
Explica as coisas
O diabo fica dando os toque...
O diabo é o pai do rock!
O diabo é o pai do rock!
Então é very god rock!
O diabo é o pai do rock
Enquanto Freud explica
O diabo dá os toque..."


(Rock do Diabo)



AC- XVI - Der Turm


"Meu sofrimento é fruto do que me ensinaram a ser
Sendo obrigado a fazer tudo mesmo sem querer
Quando o passado morreu e você não enterrou
O sofrimento do vazio e da dor
Ficam ciúmes, preconceitos de amor
E então, e então
É preciso você tentar
Mas é preciso você tentar
Talvez alguma coisa muito nova possa lhe acontecer 
Minha cabeça só pensa aquilo que ela aprendeu
Por isso mesmo, eu não confio nela eu sou mais eu
Sim... pra ser feliz e olhar as coisas como elas são
Sem permitir da gente uma falsa conclusão
Seguir somente a voz do seu coração
E então, e então
E aquela coisa que eu sempre tanto procurei
É o verdadeiro sentido da vida
Abandonar o que aprendi parar de sofrer
Viver é ser feliz e nada mais
Mas é preciso... "
(Aquela Coisa)






AC- XVII - Der Stern


"Que luz é essa que vem vindo lá do céu?
Que luz é essa que vem vindo lá do céu?
Que luz é essa?
Que vem chegando lá do céu?

Que luz é essa que vem vindo lá do céu?
Brilha mais que a luz do sol

Vem trazendo a esperança
Prá essa terra tão escura
Ou quem sabe a profecia das divinas escrituras
Quem é que sabe o que é que vem trazendo essa clarão
Se é chuva ou ventania, tempestade ou furacão
Ou talvez alguma coisa que não é nem Sim nem Não
Que luz é essa, gente
Que vem chegando lá do céu"
(Que Luz é Essa?)












AC- XVIII - Der Mond


"Mulher, tal qual Lua cheia
Me ama e me odeia
Meu ninho de amor
Luar é meu nome aos avessos
não tem fim nem começo
Ó megera do amor!
Você é a vil caipora
Depois que me devora
Ó jibóia do amor!
Negar que me cospe aos bagaços
Que me enlaça em seus braços
tal qual uma lula do mar ...
Ó Lua Cheia, veve piscando
os seus óios para mim
Ó Lua Cheia, cê me ajudeia
desde o dia qu'eu nasci
O Sol me abandona no escuro
do teu reino noturno
ó feiticeira do amor
Ouvir o teu canto de sereia
é cair na tua teia
ó fada bruxa do amor
Uhm, negar que me cospe aos bagaços
Que me enlaça em seus braços
Tal qual uma lula do mar
Ó Lua Cheia, veve piscando
os seus óios para mim
Ó Lua Cheia, cê me ajudeia
desde o dia qu'eu nasci"
(Lua Cheia)

AC- XVIIII - Die Sonne




"Além, depois dos velhos preconceitos morais

Dos calabouços, bruxas e temporais

Onde o passado transcendeu há um reinado de paz!!

Vocês serão o oposto dessa estupidez

Aventurando tentar outra vez

A geração da luz é a esperança no ar!!

Quando algum profeta vier lhe contar

Que o nosso sol tá prestes a se apagar

Mesmo que pareça que não há mais lugar

Vocês ainda têm, vocês ainda têm

A velocidade da luz pra alcançar

Vocês ainda têm, vocês ainda têm

A velocidade da luz pra alcançar"

(Geração da Luz)




AC- XX - Das Aeon


"O sol da noite agora está nascendo

Alguma coisa está acontecendo

Não dá no rádio nem está

Nas bancas de jornais

Em cada dia ou qualquer lugar

Um larga a fábrica, outro sai do lar

E até as mulheres, ditas escravas,

Já não querem servir mais

Ao som da flauta

Da mãe serpente

No para-inferno

 De Adão na gente

Dança o bebê(...)"


 (Novo Aeon) 





AC- XXI - Das Universum



"Tá rebocado meu compadre

Como os donos do mundo piraram

Eles já são carrascos e vítimas   
        
Do próprio mecanismo que criaram"

"Buliram muito com o planeta

E o planeta como um cachorro eu vejo

Se ele já não aguenta mais as pulgas

Se livra delas num sacolejo"

(As Aventuras De Raul Seixas na Cidade de Thor)