segunda-feira, 21 de abril de 2014

Libertar-se

Bom dia queridos!

Depois de uma semana intensa,por assim dizer,renascer não é mais uma opção não é mesmo?rs

O tema prevalece de forma ainda mais intensa...estamos vivenciando uma verdadeira  "volta para casa".
Essa volta é um retorno ao comprometimento que temos conosco com nossa alma...

Vamos ao pitacos!!
A ganhadora dessa semana é a  querida Lilian Guedes e como digo sempre: quem for esperto pega carona nos pitacos ;-)

Como tema da semana,saíram duas cartas de bastante impacto: XX- O Julgamento e o 8 de espadas!





Para brincar um pouco com o tema ,resolvi estrear o meu  Zombie Tarot .

Para nos livrarmos de algumas armadilhas que fazemos,às vezes só com um botão de detonar tudo mesmo!
Esse Julgamento,bem drástico por sinal,nos faz pensar que em determinados momentos é necessário dar um basta na situação,interromper a situação de vítima que nos colocamos e assumir o controle.
Isso pode significar decisões radicais sim mas com certeza uma mudança de postura e ação, principalmente no que cabe a si mesmo.
Atitudes de transformação em padrões de  comportamento,alimentação,comunicação...tudo que compete ao próprio indivíduo.


Para irmos mais fundo,tirei mais 3 cartas,dispostas de uma maneira muito conhecida.

*Rider-Waite

Aqui nossa tiragem significa:

1-carta central: EU
2-carta da esquerda: o que devo dizer NÂO
3-carta da direita: o que devo dizer SIM

A Lua nos mostrando o EU pode revelar mistérios até então  guardados no inconsciente.
Memórias antigas,acesso a um entendimento profundo de si mesmo e do
 seu caminho.
Retomada de antigos objetivos e metas.
O agora pede um "mergulho" para olhar de perto aquilo que mais tememos mas talvez desejamos.
Sua sombra agora se mostra sem pudor e é bom conhecê-la para saber  lidar com ela ,sem deixá-la assumir o comando.Para isso é necessário muita atenção e manter-se firme para não se enganar.
(auto-sabotagem).

Dizer não,especialmente para si mesmo,pode ser muito difícil.
Aqui não permitiremos,mágoas,traições,sacrifícios,dor...não nos permitiremos mais causar isso a nós mesmos.
O que realmente acontece quando não queremos ver algo  que está praticamente na nossa cara?
Sabotamos,esquivamos ou... colocamos a responsabilidade no outro!Espelhamos a culpa,a raiva,a dor,o remorso e tudo mais lá fora.
Chegou a hora de encarar toda a dor de ser responsável por si mesmo
 e estar no lugar onde se encontra.
E ainda mais:livrar-se do peso-morto!
Tudo o que carregamos sentimentalmente e que não tem mais valia.

Dizendo sim ao novo e a novas perspectivas,posso vislumbrar um caminho diferente,escolher um novo caminho,planejar,estudar...sem pressa.
Enxergamos tudo do alto agora e o caminho a seguir está claro.
Ainda podemos estar incomodados achando que tudo está muito lento se comparado a sensação do tempo passando.
O importante é traçar o caminho,marcar o mapa e a diretriz,andar na direção certa mesmo que devagar.

Faça duas listas: do que não quer mais e do que deseja.Veja o que separa uma coisa da outra...
é apenas o "eu" que está no meio de tudo.

Libertar-se é se desprender da dor do "eu queria"...


Para finalizar,a cartinha do Oráculo do Pão.


Acrescento a compaixão por nós mesmos,sabendo que somos eternos aprendizes na nossa condição humana.



Tenham uma linda e transformadora semana!
Abençoados sejam


















5 comentários:

Renata Siviero disse...

Oi Cris, sera que sou a primeira a comentar? Abs e se for, quero um pitaco para o amor. Bjs

Carmem Rita disse...

Nossa.... foi direto no ponto... amei...seguirei o teu conselho.. obrigada

Cris do Tarot disse...

Oi Renata,foi a primeira sim!Parabéns!Semana que vem o pitaco é seu ;-)
Grata pela participação Carmen! beijokas meninas!

lilith disse...

Gratidão, querida Cris!

Muito acertado o pitaco, na mosca! Estou com Plutão em cima do Sol natal, no mesmo grau, além do ascendente em Libra, o que me coloca no alvo certeiro da grande cruz cardinal no céu do momento. Não dá mais para negar o caminho que se mostra à frente. E impressionante a Lua figurando como carta central, o Eu. Amei a carta da compaixão tb no conselho final.

_/\_

Grande beijo,
Lilian

AugustoCrowley disse...

Gostei desta visão do Julgamento neste deck. Adorei o post, vem a calhar com um momento muito natural e coletivo de dor, e culpa do externo quando no fundo é dentro que precisa ser mudado, liberado, acessado.Beijos!