quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Pendurado

Smith-Waite Tarot Deck

Diz aí aonde tá preso seu pezinho?rs

Qual situação se encontra hoje que ainda não está resolvida ou 
não se sente confortável? Este arcano tem história pra contar...

Mudar o olhar,o ângulo,a posição diante da vida pode ser muito útil
mas talvez nada confortável. Ok!!


Tarot de Marseille-Camoin
Essa auréola iluminada,só vai rolar a hora em que se perceber ou enxergar  o necessário e isso leva tempo... 
(*12 meses se seguirmos  algumas  referências
 ai ai
Observe abaixo ,os troncos que sustentam o nosso pendurado:são seis nós ou cortes de cada lado,
fazendo essa alusão ao tempo)


Como toda posição que assumimos,acabamos nos
acostumando com ela,boa ou ruim é o que temos
no momento,e então o pendu fica aparentemente
de boa com isso.
Aparentemente,eu disse.


Como chegou nessa posição,porque permanece aí,são questões que talvez  nem importem mais,já que depois
 de algum tempo assim tudo que se quer é achar uma 
saída para mudar de situação.

Mas essa posição prejudica a ação e é necessário que algum tipo
de intervenção aconteça para ajudar o pendu a se liberar da amarra.
Nessa hora chega Ela,a grande misericordiosa,a dona Morte 
dizendo que já deu,o prazo venceu e a data de validade acabou.

Ela corta com sua foice as amarras que prendiam nosso Enforcado
e o libera da posição desconfortável que se encontrava mas só depois 
que ele  já viu o que precisava ser visto.




Resumindo a história:é preciso estar nesse lugar,vivenciar esta
visão de ponta cabeça do mundo,assimilar uma nova informação
para que a partir deste tempo de assimilação,algo lá fora mude.

Talvez até se perceba que não havia amarras que era tudo fruto
da mente,como se nossa consciência superior nos obrigasse a 
enxergar algo que éramos incapazes de perceber.
Aprender na marra... quem nunca??

Hoje dá uma conferida onde o pezinho tá amarrado...será que ele 
ainda está preso mesmo?
Pense no assunto,reflita.

Solte-se ,liberte-se... parece até comercial antigo de desodorante!rsrs

beijos e bênçãos






Um comentário:

Maria Ines Barbabela disse...

Oi Cris,
leitura de hj muito interessante. Quanto aos 12 meses, referindo-se aos troncos, poderia ser 12 hs, 12 dias, 12 semanas...faço uma analogia que me sinto um elefante preso numa correntinha na pata. Não rompi pq não quis. Mas é isso: a mente nos leva a profundezas as vezes muito rasas.
Bjs.